A franquia é um dos aspetos fundamentais para a definição do valor a pagar pelo seu seguro, podendo, em alguns casos, reduzir de forma significativa o preço da apólice em causa. Contudo, importa lembrar que isto implica que em caso de acidente, os custos a seu cargo acabem por ser mais elevados.

Esta expressão, refere-se por isso ao valor que fica a cargo do segurado perante uma situação de sinistro, o que significa que a seguradora só pagará prejuízos acima de um determinado valor ou percentagem, pelo que o montante que ficar abaixo do valor da franquia deverá ser pago pelo cliente.

Embora a franquia seja bastante comum e familiar nos seguros automóvel, a verdade é que esta é também utilizada em outros tipos de contratos, mas a questão que se coloca é: até que ponto compensa pagar menos por um seguro?

 

Analise diferentes propostas

Apesar da existência de franquias nos seguros não ser novidade para ninguém, também é verdade que muitas vezes os consumidores não estão bem cientes da sua importância, pelo que aconselhamos que no momento que antecede a celebração do contrato, seja feita uma análise e comparação de diferentes propostas de seguro, de modo a identificar quais aquelas em que existem franquias.

Para além disso, e aquando da negociação do contrato, é importante fazer contas e perceber até que ponto um seguro mais barato não poderá, a longo prazo, tornar-se mais dispendioso para si.

 

Tipos de franquias

  • Obrigatórias – que têm de estar identificadas nas condições gerais da apólice
  • Facultativas – o segurado poderá escolher entre diversas opções
  • Fixas – cujo valor não depende do prejuízo ou do capital seguro
  • Variáveis – o valor depende do montante relativo aos danos causados
  • Relativas – estão dependentes do valor de indeminização estipulado
  • Absolutas – apresentam um cariz dedutível, independentemente do valor de indeminização
  • Numerárias – têm por base valores monetários
  • Temporais – dizem respeito a períodos de tempo, e não a intervalos de valores

 

Onde pode ser consultado o valor da franquia?

Ainda que no momento de celebração do contrato de seguro, à partida, esteja a par se a apólice em causa possui franquia ou não, e qual o seu valor monetário ou percentual, a verdade é que ninguém memoriza esse tipo de informação por um longo período de tempo.

Posto isto, e para que consiga aceder ao valor da franquia quando quiser, basta consultar a sua apólice de seguro, mais especificamente a secção das condições particulares, onde poderá consultar todas as cláusulas inerentes ao seu contrato, bem como o valor da franquia, as coberturas adicionais e a data de início do respetivo contrato.

 

Em suma, e depois desta breve explicação, deverá ter em atenção os contratos dos seguros e analisar as vantagens e desvantagens associadas a cada um deles, uns com franquias mais baixas que outros, percebendo assim o impacto que isso terá no valor total a pagar por ano.

Sempre que precisar, entre em contacto com um mediador, de modo a esclarecer todas as suas dúvidas e perceber qual a melhor solução para si, sendo que a João Marques Seguros possui escritórios em Faro e no Montenegro, para um serviço de aconselhamento à altura dos seus clientes.


Scroll to Top