Quando estamos a trabalhar, por vezes deparamo-nos com situações que nos colocam em risco, seja uma ferramenta que se encontra no chão ou o cansaço excessivo após uma longa semana de trabalho. A verdade é que, até as mais pequenas distrações podem trazer grandes problemas, ou até mesmo acidentes de trabalho.

Segundo dados recolhidos pela PORDATA, em 2019 ocorreram cerca de 196 202 acidentes de trabalho em Portugal, dos quais 104 deles se revelaram fatais. É por isso que o investimento na saúde e segurança no trabalho se revela fundamental, porque para além de influenciar diretamente o bem-estar dos seus colaboradores, pode também trazer um conjunto de vantagens para a sua empresa, que vão desde a melhoria da produtividade à redução significativa dos custos associados a acidentes e multas.

Por essa razão, a sua preocupação enquanto organização deverá passar por criar um ambiente em que a eficiência e os resultados possam coexistir com a segurança, qualidade de vida e saúde necessárias para os seus profissionais.

 

Medidas a adotar para um ambiente de trabalho adequado

Neste sentido, seguem-se agora algumas informações e medidas que deverá adotar, de modo a garantir um ambiente de trabalho seguro e livre de contratempos:

  1. Promova formações e diálogos sobre Saúde e Segurança no Trabalho

A consciencialização e a formação dos trabalhadores no local de trabalho são a melhor forma de prevenir acidentes.

Converse com os seus colaboradores acerca da importância de um ambiente de trabalho seguro, e divulgue todas as informações necessárias para que estes possam agir de acordo com os padrões de segurança estabelecidos. Para além disso, certifique-se de que todos cumprem os horários de descanso, em especial no período da noite, uma vez que o cansaço e a sonolência são vistos como uma das principais causas de acidentes de trabalho.

E se, por acaso, a sua empresa ainda não possuí um manual de política de segurança, esta é a altura de criar um!

 

  1. Invista na manutenção frequente dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI)

Sempre que a profissão assim o exija, a empresa deve fornecer Equipamentos de Proteção Individual (EPI) a todos os colaboradores, de modo a assegurar a integridade física do colaborador. Os capacetes, luvas, cintos de segurança e máscaras são alguns dos exemplos de EPI’s que as empresas deverão colocar à disposição da sua equipa.

Os funcionários devem manter-se a par destas medidas de segurança, tendo o cuidado de verificar, sempre que possível, se estão a fazer o uso correto de todos os equipamentos.

 

  1. Faça manutenções regulares ao espaço de trabalho

Muitos dos acidentes são causados pelo mau estado de conservação das máquinas e ferramentas utilizadas no posto de trabalho. A quebra de um cabo, por exemplo, pode levar à perda de estabilidade do trabalhador e resultar numa queda.

Cabe às empresas fiscalizarem todos os equipamentos regularmente e providenciar a troca dos mesmos, sempre que se verifique essa necessidade.

 

  1. Mantenha o local de trabalho limpo e organizado

Quer estejamos a falar de um piso escorregadio ou de uma caixa deixada no meio do caminho, a desorganização no local de trabalho leva, muitas vezes, à origem de possíveis acidentes.

É responsabilidade da empresa consciencializar os funcionários para a importância de um ambiente de trabalho limpo e organizado, pelo que deve identificar devidamente os locais onde deverão ser colocadas as ferramentas e equipamentos de trabalho. Uma das estratégias de organização que poderá utilizar passa por estipular o local de armazenamento desses equipamentos em função de aspetos como o peso, a distância ou ainda a frequência com que o mesmo é utilizado.

 

  1. Invista em kits de primeiros socorros e formações sobre o tema

Certifique-se de que os seus colaboradores têm acesso facilitado aos kits de primeiros socorros e outros objetos básicos necessários para a segurança de todos. Para além disso, assegure que os produtos com os quais trabalha se encontram em condições e dentro dos prazos de validade, sendo que a melhor forma de o fazer será através da reposição do stock recorrente.

Apostar em formações também deve ser algo a ter em mente, dessa forma os seus funcionários saberão exatamente o que fazer perante uma situação de acidente.

 

De um modo simples, e depois de todas estas dicas, já sabe… prevenção é proteção!

Porém, mesmo com todos os cuidados, os acidentes podem acontecer, pelo que é essencial que nesses momentos a sua empresa e os seus colaboradores se encontrem protegidos, com garantia de assistência médica à disposição.

Se ainda não tem seguro de acidentes de trabalho para a sua equipa, faça aqui o seu pedido de simulação para saber quais serão as opções mais adequadas para o seu negócio, ou entre em contacto connosco por telefone ou e-mail.

Para além disso, pode sempre visitar um dos escritórios da João Marques Seguros, localizados em Faro e no Montenegro.


Scroll to Top