Num momento em que todos nós começamos lentamente a regressar àquela que era a nossa rotina diária de trabalho, é importante não esquecer que as medidas de higiene e segurança deverão acompanhar-nos em todos os momentos, para que de alguma forma nos possamos proteger a nós e aos outros.

 

Com o levantamento do Estado de Emergência, em vigor em Portugal desde o dia 19 de Março, foram implementadas novas medidas de caráter excecional, que visam prevenir, reagir ou repor a normalidade daquelas que são as condições de trabalho da população.

Deste modo, e de acordo com as medidas divulgadas pela Autoridade para as Condições de Trabalho, algumas das precauções a adotar passam por:

 

  • Se detetar algum sintoma associado ao COVID-19 não deverá regressar ao seu local de trabalho sem antes confirmar que não existe risco para si nem para os outros, devendo para o efeito contactar a Linha SNS 24
  • O regresso dos trabalhadores deve ser faseado, avaliando se é possível optar pelo teletrabalho
  • Fornecer água e sabão ou desinfetante para as mãos em locais convenientes
  • Assegurar uma boa ventilação e limpeza dos locais de trabalho
  • Reduzir os contactos entre trabalhadores e outras pessoas nos intervalos, pausas e espaços comuns
  • Nas empresas ou estabelecimentos abertos ao público, eliminar ou limitar a interação física entre trabalhadores e clientes e/ou fornecedores
  • Garantir o acesso de todos os trabalhadores aos equipamentos de proteção individual (EPI) adequados
  • Nas deslocações de e para o trabalho, deve evitar-se sempre que possível a concentração de pessoas, nomeadamente nos transportes coletivos e no acesso aos locais de trabalho
  • O empregador deve minimizar os riscos físicos e psicossociais para os trabalhadores que estão em regime de teletrabalho
  • Empregadores e trabalhadores têm responsabilidades partilhadas na prevenção e mitigação da pandemia COVID-19 nos locais de trabalho
  • O diálogo social permanente e a todos os níveis é de particular importância neste contexto, pelo que é considerada boa prática o reforço da informação e consulta dos trabalhadores

 

Tendo todas estas medidas em vista, a sua principal preocupação deverá ser o bem-estar e segurança daqueles que o rodeiam, na esperança de que toda esta situação se resolva rapidamente.

A João Marques Seguros está ciente destas restrições e faz o possível para que chegue até si o devido acompanhamento, sem colocar em causa a saúde dos seus clientes e colaboradores.

 

 


Scroll to Top