Com o mês de Setembro quase aí e as suas férias de Verão a terminarem, começa o ritual de compra de material escolar para o novo ano letivo do seu filho. Um processo que pode ser uma verdadeira “dor de cabeça”, especialmente, para a sua carteira e conta bancária.

Além dos manuais escolares é preciso contabilizar a mochila, os cadernos, dossiers, canetas, lápis, réguas, esquadros, estojos, borrachas. É importante contabilizar também outros artigos como o fato de treino e os ténis para a disciplina de educação física.

E esta claro com o evoluir dos anos de escolaridade do seu filho, a fatura vai crescendo. Por isso veja as nossas dicas:

  • Aproveite materiais do ano anterior. Comece por fazer uma lista antes de sair de casa para ir as compras, por forma a ter claro para si que objetos do material escolar do ano anterior do seu filho podem ser reutilizados. Assim com essa lista completa também evita comprar mais matérias/objetos do que aqueles que realmente o seu filho precisa.
  • Hoje a internet é uma grande ajuda, analise as promoções nos websites das editoras e das grandes superfícies. Existem por vezes descontos até 5% se comprar online. Além disso alguns desses locais possibilitam o pagamento das suas compras faseados e sem juros. Para que ao comprar não tenha quaisquer constrangimentos é importante confirmar sempre a lista de materiais escolares necessários na escola do seu filho ou no website do Ministério da Educação.
  • É muito importante criar um ponto de entendimento com o seu filho, definindo um valor para o material escolar a comprar. Pois existe uma imensa diversidade de materiais (e preços) que levam muitas vezes os pais a perderem a noção dos gastos. Desta forma, se o seu filho quiser ter uma mochila mais cara, para compensar ele deverá ter de escolher umas canetas mais básicas e baratas.
  • Porque não comprar manuais escolares em segunda mão. Se o seu orçamento familiar já está muito apertado e não tem possibilidade para comprar os manuais escolares novos, poderá adquiri-los em segunda mão. Existem atualmente diversas opções, desde o primeiro ano do ensino básico até a universidade. Mas não se esqueça que são livros usados, por isso, é importante dar atenção ao estado de conservação destes livros antes de realizar uma compra.
  • Por fim, mas muito importante, não se esqueça de pedir fatura para deduzir os gastos no IRS. É importante solicitar a fatura do material escolar que comprar em separado de outros produtos. Isto porque poderá deduzir estas despesas na próxima declaração de IRS que entregar.

Scroll to Top