A nossa boca entra em contacto direto com o meio ambiente todos os dias, o que acaba por possibilitar a entrada de bactérias e de micróbios nocivos para a saúde. Existem estudos que revelam que a saúde da nossa boca está intimamente ligada à saúde em geral, fazendo com que a higiene oral seja vista como uma necessidade básica para os cidadãos. Neste sentido, a Direção Geral de Saúde (DGS) estipulou algumas metas de saúde oral, a concretizar até 2020, que visam prevenir doenças como cáries, gengivites, mau hálito e acumulação de placa bacteriana que, se não for tratada, dá origem ao tártaro.

 

Ao contrário do que se possa pensar, o aparecimento de cáries nos dentes não é uma doença exclusiva das crianças! Também os adultos podem sofrer desta condição, muitas vezes associada ao excesso de açúcar presente na alimentação, que pode levar à destruição da nossa dentição. Relativamente ao mau hálito, grande parte dos casos têm origem devido à comida que fica presa entre os dentes e as gengivas. No entanto, substâncias como o álcool, o tabaco ou até mesmo o café pode também contribuir para a manifestação do mau hálito, pelo que deve reduzir o seu consumo.

 

A boa notícia é que todos estes problemas podem ser resolvidos através da implementação de uma boa higiene oral! A manutenção de uns dentes e gengivas saudáveis não só contribui para uma aparência mais cuidada, como ainda lhe permite mastigar corretamente os alimentos. Algumas das medidas que o auxiliam a reduzir o risco de desenvolvimento de doenças dentárias passam por:

 

  • Escovar bem os dentes após as refeições principais
  • Utilizar o fio dentário frequentemente
  • Recorrer ao elixir após a escovagem
  • Utilizar produtos de higiene oral que contenham flúor
  • Ir ao dentista anualmente
  • Trocar de escova a cada três meses
  • Optar por uma alimentação equilibrada
  • Evitar ingerir doces entre as refeições

 

Importa ainda referir que o método mais económico de tratamento, relativamente a este tipo de patologias, é sem dúvida a prevenção! A higiene oral é meio caminho andado para evitar problemas associados a uma má prática dentária, prevenindo o desenvolvimento de bactérias nocivas que, uma vez acumuladas, formam a placa bacteriana. Deste modo, está também a proteger-se das restantes doenças e agressões a que os nossos dentes estão sujeites, diariamente. Não se esqueça de preservar o seu sorriso, só tem um!

 

 

 


Scroll to Top