Nos dias de hoje, o seguro de habitação é visto como um meio imprescindível para proteger a sua casa de eventuais danos, roubos ou outro tipo de situações que possam vir a ocorrer. Todavia, no momento de escolher o seguro de habitação mais indicado para si, deverá ter em atenção as coberturas que este abrange, para que saiba sempre de que forma agir perante um sinistro.

E porque os imprevistos podem acontecer a qualquer pessoa, é importante lembrar que nem sempre temos controlo sobre situações como incêndios, inundações e tantas outras, e que estas têm mesmo o poder de provocar danos sérios, não só na casa como também na carteira. A boa notícia é que hoje em dia já existem soluções de seguro com um conjunto de coberturas alargadas, quer aos danos causados na habitação quer aos danos causados no recheio.

 

Em que consiste o seguro habitação?

O seguro de habitação existe como forma de garantia de que o imóvel permanecerá com a família do segurado, caso algum imprevisto aconteça ao mesmo.

Para além disso, e de acordo com as coberturas escolhidas, é possível manter-se totalmente protegido de toda e qualquer situação de prejuízo de ocorra em sua casa. Uma vez nesse tipo de situação, a seguradora procede de imediato à indemnização a que tem direito, consoante o tipo de dano causado.

De acordo com a legislação portuguesa, apenas o seguro de incêndio é considerado obrigatório, sendo que durante o processo de compra de casa, os créditos à habitação feitos através dos bancos requerem sempre a celebração de um seguro para a habitação.

 

Quais as principais coberturas?

Como sabe, existem algumas coberturas pré-definidas, podendo sempre que necessário adicionar outras coberturas complementares, para uma solução de seguro mais completa e personalizada.

Neste sentido, seguem-se agora algumas das principais coberturas associadas ao seguro de habitação:

  • Incêndios, explosões, inundações, tempestades e abatimento de terras;
  • Fenómenos de atividade sísmica e erupção vulcânica;
  • Danos causados por água;
  • Riscos de sobrecarga elétrica;
  • Danos causados por fumo ou calor;
  • Furto ou roubo;
  • Danos estéticos;
  • Atos de vandalismo;
  • Problemas em jardins, muros e vedações;
  • Responsabilidade civil do segurado e respetivo agregado familiar.

 

Posto isto, seja qual for a apólice de seguro que escolhe, saiba que existem coberturas para o que precisar, sendo que o valor do prémio é depois calculado em função das coberturas contratadas. O nosso conselho é que tenha em atenção as suas necessidades reais, para que evite pagar por algo que não precisa.

 

Quando devo acionar o seguro?

O momento indicado para acionar o seu seguro de habitação é quando ocorre algum tipo de sinistro em casa que afeta os seus bens segurados, sendo que o indicado nesse momento será entrar em contacto com uma seguradora. Depois disso, cabe à seguradora enviar ou não um perito para avaliar a extensão dos danos causados, para que posteriormente seja paga uma indemnização e seja também autorizada a reparação e/ou reconstrução do bem ou objeto danificado.

Por outro lado, perante uma situação de furto, é necessário fazer a devida participação à polícia, num primeiro momento. Depois, deverá certificar-se de que faz os possíveis para prevenir ou limitar as consequências de um sinistro, o que pode implicar a não alteração dos vestígios do sinistro sem uma autorização prévia da seguradora. É importante que forneça todas as informações necessárias sobre o sinistro, para que a seguradora possa depois agir em conformidade.

 

Depois disto, estamos certos de que irá analisar as ofertas de seguro de habitação com outros olhos, e começar inclusive a fazer contas à vida para que não tenha de pagar por uma cobertura que não precisa. No entanto, se se sentir mais confortável com o apoio de um mediador, pode sempre entrar em contacto connosco, ou fazer-nos uma visita num dos nossos escritórios, em Faro e no Montenegro.

Caso esteja a pensar em comprar uma casa, mas não sabe bem por onde começar ou o que ter em consideração, leia o nosso artigo sobre 5 aspetos a ter em conta ao comprar casa!


Scroll to Top